Lidando com a tirania do temor


 

Lidando com a tirania do temor

por Jim Lange

 


Numa reunião de grupos de liderança dos quais sou facilitador, certo mês nosso tema foi o temor e seu impacto sobre nós como líderes. Em nosso mundo atual existem incontáveis fatores que podem criar temor, desde contínuas incertezas econômicas, passando por imprevisíveis mudanças tecnológicas e até desastres naturais.


Discutimos o fato de que existe o bom temor, como o temor a Deus, o temor que nos impede de saltar de um rochedo e o temor que nos faz buscar abrigo durante uma tempestade com raios. E existe o mau temor, que pode ter efeitos muito adversos em nós e na forma como vivemos na esfera pessoal quanto profissional.


O mau temor pode alterar ou postergar decisões e impedir nossas ações. Pode estorvar nossa habilidade de liderar com coragem e determinação e causar estresse desnecessário. Pode nos paralisar mental e emocionalmente. Creio ser por essa razão que a Bíblia nos diz repetidas vezes, “Não temas”. Alguns exemplos do impacto negativo do temor sobre nós:

  • O temor substitui a fé.
  • O temor pode destruir sonhos.
  • O temor pode roubar nossa alegria e bênçãos.
  • O temor pode frustrar vitórias.
  • O temor pode roubar recordações.
  • O temor pode nos levar a hesitar por causa da incredulidade. 

Como parte de nossa discussão, membros de nosso grupo citaram versículos que descobriram ser úteis e lhes proporcionaram conforto quando se sentiram temerosos. Romanos 12.2 nos diz: “…Transformem-se pela renovação de sua mente”. Disse a eles que quando estamos vivendo em temor, uma forma de renovar nossa mente é meditar nas Escrituras. Eis aqui alguns dos versículos que foram mencionados:


Experimentando o descanso de Deus: “A minha alma descansa somente em Deus; Dele vem a minha salvação. Somente Ele é a rocha que me salva; Ele é a minha torre segura! Jamais serei abalado! (Salmos 62.1-2).


Confiando no plano de Deus: “Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que O amam, dos que foram chamados de acordo com o Seu propósito” (Romanos 8.28).


Confiando na direção de Deus: “Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apóie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos e Ele endireitará as suas veredas” (Provérbios 3.5-6).


Assegurando-se da provisão de Deus: “Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a Sua justiça, e todas as coisas lhes serão acrescentadas” (Mateus 6.33).


Confiando na força de Deus: “Por isso não tema, pois estou com você; não tenha medo, pois sou o seu Deus. Eu o fortalecerei e o ajudarei; Eu o segurarei com a Minha mão direita vitoriosa… Pois Eu sou o Senhor, o seu Deus, que o segura pela mão direita e lhe diz: Não tema; Eu o ajudarei” (Isaías 41.10,13).


Libertando-se da ansiedade: “Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus” (Filipenses 4.6-7).


Enfrentando com coragem a adversidade: “…Não se apavore, nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar” (Josué 1.9).

Maná da Segunda

Anúncios