Liderando com Humildade


 

 

Liderando com Humildade

Por Rick Boxx

Tenho ouvido líderes empresariais expressarem os mais elevados elogios a colegas ou empregados importantes.

Todos nós gostamos de ser valorizados e elogiados, especialmente quando as pessoas para quem ou com quem trabalhamos nos dirigem palavras de aprovação.

Porém, não muito tempo atrás fiquei impressionado com comentários feitos por um garçom durante uma conferência que eu liderava.

O rapaz percebeu que eu estava conduzindo o evento e decidiu aproveitar uma oportunidade e aproximar-se de mim para elogiar uma das convidadas. Ele apontou para Denise, talentosa empresária e professora que estava parada ali perto e afirmou: “Se Denise está envolvida com seu evento, então ele merece minha admiração”. E prosseguiu: “Denise é excelente profissional e ótima professora. Nosso pessoal ama servi-la, porque trata a todos muito bem”.

Denise é conhecida por sua perspicácia nos negócios. Contudo, despendeu tempo para demonstrar interesse e cuidado para com os empregados do hotel.

Em vez de ostentar seu status e exigir ser tratada com deferência, tornou-se serva dos que a serviam. Em seu inspirado livro, “Good to Great”, (titulo em português, “Empresas Feitas Para Vencer”), Jim Collins relata descobertas de um estudo realizado com empresas de alta performance. Uma das características que ele encontrou nos líderes de cada “empresa feita para vencer”, foi que demonstravam elevados níveis de determinação.

Havia, porém, um segundo traço comum: humildade. Ele escreve: “…(Estes) líderes canalizam as necessidades de seu ego para longe de si, direcionando-as para o objetivo maior que é construir uma grande companhia… sua ambição está a serviço primeiramente e acima de tudo, da instituição e não de si mesmos”.

E mais adiante: “Aqueles que trabalham ou escrevem sobre tais líderes continuamente usam palavras como quieto, humilde, modesto, reservado, tímido, gracioso, moderado, retraído, sem ostentação”.

Em outras palavras, segundo o autor, eram “aparentemente pessoas comuns quietamente produzindo resultados extraordinários”.

Isso faz notável contraste com executivos cercados de publicidade que posam de celebridades, sobre os quais lemos, ouvimos e vemos na mídia.

Os líderes que a equipe de Collins estudou compreenderam os perigos de serem apanhados na armadilha da presunção.

No Novo Testamento da Bíblia isso é declarado da seguinte maneira: “…Não se achem melhores do que realmente são. Pelo contrário, pensem com humildade a respeito de vocês mesmos…” (Romanos 12.3).

Jesus Cristo, cuja vida tem servido como o exemplo definitivo de humildade para incontáveis milhões de pessoas em todo o mundo, ensinou em Mateus 23.12: “Quem se engrandece será humilhado, mas quem se humilha será engrandecido.”

A mensagem é clara: se você procura um grande líder, olhe para aqueles que servem com humildade. E se deseja se tornar um grande líder, primeiramente aprenda a arte de servir e de liderar com humildade.

 

Maná da Segunda

 

 

Anúncios