Açúcar adicionado aos alimentos pode aumentar risco de pressão alta


 

Açúcar adicionado aos alimentos pode aumentar risco de pressão alta

Por Roni Caryn Rabin

The New York Times

 

    * O consumo de frutose na forma de açúcar de mesa ou de xarope de milho foi relacionada ao aumento da pressão

 

Um novo estudo sugere que alimentos com alto teor de açúcar adicionado pode aumentar o risco de pressão alta.

 

Pesquisadores analisaram dados para 4,538 adultos sem histórico de hipertensão que participaram da Pesquisa Nacional de Saúde e Nutrição, de 2003 a 2006. Aqueles que consumiram pelo menos 73,7g por dia de frutose na forma de açúcar de mesa ou de xarope de milho tiveram o dobro do risco de apresentar pressão sistólica mais alta que 160 (o número que fica acima na medição, que significa a pressão sanguínea quando o coração está bombeando, não deve ficar acima dos 120).

 

“A pressão sistólica é o que realmente interessa aos médicos, porque está relacionada a resultados, e seu aumento pode ser dramático”, disse o Dr. Michel Chonchol, professor associado de medicina do Centro de Ciências da Saúde da Universidade do Colorado, em Denver, e principal autor do artigo, publicado no “The Journal of the American Society of Nephrology”.

 

Mas Chonchol alertou que mais pesquisas são necessárias para provar que a frutose adicionada desempenhou um papel causal sobre a hipertensão. “Isso precisa ser provado com o próximo passo, que é um teste controlado randomizado”, ele disse.

 

A Associação Americana do Coração recomenda limitar a quantidade de alimentos e bebidas com açúcar adicionado. Numa declaração do ano passado, a associação disse que “evidências emergentes, porém inconclusivas” sugerem que “o aumento da ingestão de açúcar adicionado possa aumentar a pressão sanguínea”.

 

UOL 

Anúncios