Inteligência – qual é a sua?


 

Inteligências Múltiplas

7ccd6278bef8a6d1baabc2b53f843bfd0a1d70bd_m.gif (145×253)

 

 

Segundo o dicionário Houaiss uma das definições de inteligência é: "a capacidade de aprender e organizar os dados de uma situação, em circunstâncias para as quais de nada servem o instinto, a aprendizagem e o hábito; capacidade de resolver problemas e empenhar-se em processos de pensamento abstrato".

 

Um dos fatores que diferencia os seres humanos dos outros animais é a "racionalidade", ou seja, a capacidade agir de maneira racional, utilizando os pensamentos ao invés de apenas os instintos. A outra característica são as emoções (amor, ódio…..).

 

Muitas pessoas confundem inteligência com estudo, porém há pessoas sem estudo que são muito inteligentes, mas não tiveram a oportunidade de desenvolver-se no campo acadêmico, e pessoas com estudo que não são tão inteligentes assim, mas que tiveram acesso a uma boa base educacional.

 

Na década de 1990 uma equipe de pesquisadores da Universidade de Harvard, liderada pelo Dr. Howard Gardner, desenvolveu uma teoria até então inovadora, das inteligências múltiplas, na qual foram identificados vários tipos de inteligência, tais como:

 

   1. LINGÜÍSTICA: habilidades no uso da linguagem (falada, escrita) para se expressar e entender melhor aos demais.

 

   2. LÓGICO-MATEMÁTICA: fácil entendimento de padrões e ordem sistemática de fatores e criar deduções sobre possibilidades para de maneira lógica chegar a conclusões e soluções – geralmente esta inteligência está mais desenvolvida nos cientistas e matemáticos.

 

   3. ESPACIAL: percepção e alto grau de entendimento visual (cores, texturas) e espacial (formas, localização no espaço) da realidade que nos cerca – este tipo de inteligência pode ser encontrado mais aparente em engenheiros, arquitetos, artistas plásticos, etc.

 

   4. EXISTENCIAL: entendimento das questões existenciais e fundamentais da realidade que nos cerca, tais como vida e morte, geralmente mais evidente nos filósofos e pensadores.

 

   5. MUSICAL: maior capacidade de entender as diversas dimensões da música (ritmos, tons, notas musicais, tipos de instrumentos e possibilidades sonoras), interagindo e criando novas estruturas musicais.

 

   6. CINESTÉSICA-CORPORAL: uma maior compreensão e afinidade das funções motoras resultando no melhor uso do corpo em diversas formas e possibilidades (rapidez, força, reflexos…) – em geral esta inteligência está mais evidente em atletas, dançarinos.

 

   7. INTERPESSOAL: maior entendimento das relações interpessoais (do indivíduo com os demais), com uma boa percepção das reações dos demais (desejos, sentimentos, opiniões) propiciando ao indivíduo uma melhor interação com os outros.

 

   8. INTRAPESSOAL: a capacidade do indivíduo entender a si mesmo, suas motivações (desejos, frustrações, emoções, sentimentos) formando uma auto imagem imparcial e justa, podendo desta forma melhorar a auto-estima de forma que conhecendo suas capacidades pessoais e possibilidades o indivíduo possa estar bem consigo mesmo e buscar uma melhor qualidade de vida.

 

As inteligências múltiplas interagem a partir do momento em que cada indivíduo tem uma mais desenvolvida do que outras. Porém, nenhuma é melhor ou pior do que as demais: é apenas uma questão de aptidão e vocação para determinadas atividades serem mais evidentes em uns, do que em outros. Afinal, nem todos podem ser cantores, nem todos podem ser matemáticos. O importante é que o indivíduo entenda sua real natureza e possa, com isso, buscar estar bem consigo e com os outros.

 

Boa sorte e sucesso!

iMASTERS

Anúncios