Trabalhar demais pode prejudicar o cérebro


 

Trabalhar demais pode

 prejudicar o cérebro

ffffound!

 

 

 

Testes indicam que muito trabalho compromete o raciocínio e vocabulário

 

 

Você trabalha mais de 55 horas por semana? Então é bom conversar com seu chefe agora e rever suas atitudes. Pesquisadores finlandeses do Finnish Institute of Occupational Health, liderados por Mariana Virtanen, monitoraram mais de 2.200 trabalhadores ingleses desde os anos 80. E o resultado mostrou que os que fizeram horas extras demais mostraram declínio em suas funções cognitivas (inteligência e memória, por exemplo).

 

 

O grupo estudado, hoje todos na casa dos 50 anos de idade, passou por 5 baterias de testes entre 1997 e 1999 e mais uma vez entre 2002 e 2004. As pessoas que trabalharam mais de 11 horas por dia tiveram piores resultados em teste de vocabulário, raciocínio e memória de curto prazo quando comparados aos considerados trabalhadores normais (até 40 horas de trabalho semanal) e os medianos (entre 41 e 55 horas). O efeito da sobrecarga de trabalho foi cumulativo nos resultados, ou seja, quanto mais horas em média o profissional passou no emprego, maiores foram os danos e piores os resultados.

 

 

Apesar de não haver uma explicação conclusiva sobre esse efeito, os pesquisadores inferiram que quanto mais a pessoa trabalha, menos dorme, mais propenso à depressão e às doenças cardiovasculares fica e mais álcool consome. O professor Mika Kivimäki, um dos líderes no projeto, afirmou que estudos adicionais serão conduzidos no futuro, já que é muito importante saber se os efeitos causados aos workaholics pode chegar à demência total do cérebro.

 

 

Especial para Terra

 

Anúncios