Me engana que eu gosto (2)


 

  São tantas emoç(ão)s…  

 

 

Eu vi que não adianta alimentar sonhos incertos.

 

Eu vi o que já sabia que precisava ver, mas meu coração não queria fazer real.

 

Eu entendi que Deus faz pessoas ruins e mentirosas, pra que você tenha elas como um exemplo de nunca ser igual.

 

Nunca sonhar e deixar no papel.

 

Nunca enganar pra fazer sorrisos brotarem por uma falsa palavra.

 

Coisas sem sentido, ou até com um estimado futuro, mas que se dissolveram no vento.

 

O sofrimento vem, as marcas e feridas também, mas quando o dia vier amanhecendo e a realidade aparecer sem sentimento algum, se vê o vazio.

 

O vazio de que as pessoas mais mesquinhas se compõem, se preenchem dele, por não ter a humildade de amar ao próximo, muito menos de se esperar algo que o dê vida, como amor.

 

Eu queria não ser tão tola, por dar meu coração a todas as pessoas que aparentam carinho e sinceridade.

 

Eu sei que me machuco, mas posso dizer que aprendo muito por isso. Pois por mais que tenham me cortado profundamente por dentro, hoje sou o que sou, e tenho que crescer ainda  mais, por elas.

 

Eu espero que ainda ensine mais, do que as mentes que as pessoas contam.

 

Porque as mesmas um dia são descobertas, e a vida continua.

 

Vlw Elisa (tudo a ver)

 

 

Anúncios