Papel autolimpante


 

Novo papel é reutilizável e se apaga sozinho 

 

ffffound!

 

 

 

A Xerox anunciou que mostrará durante a convenção de tecnologia NextFEST seu novo conceito de papel reutilizável, uma alternativa ecológica para a impressão de páginas descartáveis.

 

Segundo o Digital Trends, o invento mantém suas informações impressas por 24 horas, sendo assim, a cada dia pode ser reutilizado.

 

Para que funcione, o papel traz um composto químico que escurece quando exposto à luz, dispensando o uso de um toner ou cartucho de tinta. O composto vai clareando após 16 horas até estar completamente apagado, processo que pode ser acelerado através de exposição ao calor.

 

A idéia surgiu depois de uma pesquisa realizada pela companhia que mostrou que 40% das impressões feitas em escritórios são utilizadas por menos de um dia, mas pode não ser a escolha de usuários domésticos, conforme noticiou o site TG Daily.

 

O conceito de papel sensível não é novo. Há mais de três décadas o chamado papel térmico é usados em aparelhos de fax, notas fiscais, recibos de transações bancárias e extratos, senhas em bancos e outras aplicações. Nos anos 80, havia até pequenas impressoras que funcionavam com papel térmico, vendidas como acessórios para os microcomputadores da época – um exemplo brasileiro é a TK-Printer, fabricada pela extinta Microdigital. Um dos grandes problemas do papel térmico é, justamente, o fato de não poder ser usado como documento, já que a impressão esmaece com o tempo e a luminosidade.

 

A invenção da Xerox é um "papel térmico ao contrário", uma vez que escurece com luz e clareia com o calor. A empresa transformou o que era considerado uma desvantagem em principal vantagem do novo produto.

 

Embora tenha data para ser demonstrado, o conceito, anunciado pela primeira vez em novembro de 2006, ainda não tem qualquer expectativa confirmada de chegada ao mercado.

 

Geeek 

Anúncios