… Ai, quem me dera


 

Ai, quem me dera

 

Ai quem me dera, terminasse a espera

E retornasse o canto simples e sem fim…

E ouvindo o canto se chorasse tanto

Que do mundo o pranto se estancasse enfim

 

Ai quem me dera percorrer estrelas

Ter nascido anjo e ver brotar a flor

Ai quem me dera uma manhã feliz

Ai quem me dera uma estação de amor

 

Ah! Se as pessoas se tornassem boas

E cantassem loas e tivessem paz

E pelas ruas se abraçassem nuas

E duas a duas fossem ser casais

 

Ai quem me dera ao som de madrigais

Ver todo mundo para sempre afins

E a liberdade nunca ser demais

E não haver mais solidão ruim

 

Ai quem me dera ouvir o nunca mais

Dizer que a vida vai ser sempre assim

E finda a espera ouvir na primavera

Alguém chamar por mim…

 

Vinícius de Moraes

 

Anúncios