Acabe com as Olheiras


 

Aposte na melhor receita contra olheiras: óculos escuros e maquiagem com FPS

  Ou a discrição de um cílios postiço bem, assim, verdinho

 

 

 

Laser, cremes e compressas, veja os tratamentos imbatíveis no combate às marcas

 

Nos dias em que o sol custa a aparecer e você acaba dispensando os óculos escuros, elas roubam a cena: dependendo da intensidade, não há corretivo que suma com as olheiras. Aliás, ao contrário: a maquiagem dá impressão de destacar ainda mais o problema. Se você sofre com o drama e mal suportar refletir o rosto no espelho, acalme-se. Na entrevista mais didática que você já leu sobre o assunto, a dermatologista Carla Albuquerque, da Sociedade Brasileira de Dermatologia, revela o que realmente funciona no combate às manchas escuras ao redor dos olhos. 

 

O melhor tipo de laser, a ação dos cremes, a influências das características genéticas, a importância do protetor solar (acredite: óculos de sol e maquiagem com proteção fazem mais efeito do que o protetor, sozinho!) são apresentados pela médica, sem alarmismo e nem promessas cheias de  

encantamento e resultados tímidos. Confira abaixo o bate-papo e pare de investir dinheiro em tratamentos que só aumentam seu desespero e, portanto, suas olheiras sim, porque seu estado emocional tem tudo a ver com as manchas.

 

Existem olheiras causadas apenas pelo cansaço?

Sim. O cansaço pode provocar dilatação e aumento do fluxo sanguíneo dos vasos sob a pálpebra, tornando-os mais visíveis. No entanto, as olheiras causadas exclusivamente pelo cansaço diferem das demais por serem facilmente reversíveis

 

Qual o papel da genética no problema?

A genética é responsável pelas olheiras relacionadas ao excesso de vascularização, ou seja, concentração desproporcional de vasos sob a pálpebra. Dessa forma, ao esticar a pálpebra inferior, inúmeros vasos podem ser visualizados. Ou seja, a pálpebra é mais escura devido a visualização dos vasos dilatados por transparência. Neste caso, é comum o agravamento do problema quando os vasos sofrem pequenos sangramentos, resultando no depósito de um pigmento chamado hemossiderina, o que toma a pálpebra ainda mais escura.

 

Existem olheiras causadas por excesso de melanina na área dos olhos?

Basicamente, existem dois tipos de olheiras: aquelas causadas pelo excesso de vasos sangüíneos (que podem ser visualizados através da fina pele da região) e aquelas causadas pelo excesso de pigmentação (melanina) nas pálpebras. É relativamente freqüente observarmos as olheiras mistas, ou seja, causadas tanto pelo excesso de vascularização como pelo excesso de melanina.

 

Como o cigarro agrava o problema? Além dele, que outros fatores são agravantes?

Quanto mais os vasos da região das pálpebras se dilatam, maior o escurecimento da região. O cigarro, assim como a TPM, bebidas alcoólicas, o café e até mesmo o cansaço, tornam mais visíveis os vasos sob a pálpebra, por provocarem dilatação e aumento do fluxo sanguíneo deles. 

 

O laser é indicado em que tipo de olheiras? Elas podem voltar depois de um tratamento desse tipo?

Existem alguns lasers que podem ser usados no tratamento das olheiras. O Starlux, luz intensa pulsada de última geração, é um aparelho versátil por atuar tanto na melanina quanto nos vasos, de acordo com os parâmetros utilizados na sessão. Existem os lasers que atuam de forma mais específica no componente vascular das olheiras, como o dye laser, por exemplo. Independente do tipo de tratamento, as olheiras sempre podem voltar.    

 

E quanto ás receitas caseiras (camomila, alface, gelo), alguma delas funciona?

Essas compressas geladas são efetivas apenas nos casos de excesso de vascularização. Para surtirem resultados, precisam ser feitas pelo menos três vezes ao dia. Melhoram temporariamente as olheiras por promoverem vasocontrição. Infelizmente, os resultados são muito breves.

 

A alimentação pode ajudar a corrigir as olheiras?

A alimentação com muito sal pode aumentar a retenção de líquidos e piorar a congestão dos vasos da região, piorando o aspecto das olheiras. Alimentos diuréticos, ricos em água e a própria ingestão de água podem ajudar (discretamente) a diminuir a retenção de líquidos e, eventualmente, suavizar as olheiras vasculares.

 

O uso de protetor solar evita que as manchas escureçam ainda mais?

A exposição à radiação ultravioleta pode causar aumento da pigmentação das olheiras. O uso de óculos solares com lentes que contenham boa proteção uv é indicado como prevenção, assim como um bom filtro solar. Vale lembrar que os filtros solares podem causar irritações e alergias na delicada pele das pálpebras. Por isso, os óculos solares não devem ser dispensados. Outra boa opção: corretivos específicos para a área dos olhos, que contenham protetor solar na fórmula.

 

Na ponta dos dedos

Além dos tratamentos estéticos, os cremes contra as olheiras são famosos. Confira a seguir uma lista, especialmente preparada pela dermatologista, dos principais ingredientes usados neste tipo de fórmula e veja como cada um deles age.

 

Vitamina K 1: indicada nos problemas de vascularização intensa, tem a capacidade de evitar as pequenas hemorragias que escurecem a pele da região. Tem alto potencial de irritação.

 

Hidroquinona: potente despigmentante, ajuda clarear olheiras causadas pelo depósito de melanina, o que torna a pálpebra ainda mais escura. Tem grande potencial de irritar a pele e pode causar manchas brancas com o uso prolongado.

 

Arbutin, ácido kójico e ácido fítico: despigmentantes mais leves que a hidroquinona e, portanto,com menos potencial irritativo.

 

Ácido tioglicólico: indicado nos casos de olheiras cujo componente vascular é predominante. Grande potencial de irritações e alergias.

 

Vitaminas C e E: ação antioxidante; com leve potencial de clareamento das olheiras.

 

Clínica Carla Albuquerque

http://www.carlaalbuquerque.com.br

11/3845-2745 ou 11/3045-9258 

Via MSN/Minha vida 

Foto: ffffound!

 

 

 

Anúncios