Coma bem evite ressaca


 

Coma bem e passe longe das doenças e evite a ressaca

 

  FOTO:FFFFOUND!

 

 

 

Alimentação balanceada aliada à prática de exercícios físicos é o segredo há muito tempo revelado pelos especialistas para manter a saúde em dia e, de quebra, exibir um corpo com tudo em cima.

 

O que o Minha Vida mostra, a seguir, são os resultados de alguns estudos sobre os efeitos dos alimentos na saúde. Revelamos, portanto, quais são os nutrientes capazes de te dar uma mãozinha na hora de tratar e até mesmo prevenir doenças como diabetes ou transtornos como as dores-de-cabeça.

 

Porém, vale ressaltar que as seguintes informações não dispensam orientações médicas e que a alimentação por si só não consegue combater os danos causados pelo sedentarismo e outros maus hábitos. (Sedentarismo é mais grave que males do coração)

 

Alimentos ricos em potássio são tiro e queda contra a ressaca 

 

Para espantar a sede e a latejante dor de cabeça pós-bebedeira, o conselho é montar pratos cheios de alimentos ricos em potássio, como salsa, acelga, espinafre, brócolis, couve, cenoura, aipo, melancia, pepino, uva e alface, além de ingerir muita água. A sensação de boca seca acontece por causa, no primeiro momento, da retenção hídrica e, posteriormente, do efeito diurético, provocado pelos copos de álcool além da conta. O potássio dribla os efeitos do sódio, responsável pelos incômodos da retenção de líquido.

 

O efeito anti-ressaca do potássio acontece de dois modos diferentes. Primeiro, o mineral impede que suas próprias reservas sejam eliminadas durante a diurese. Caso o potássio não entre em ação, o corpo enfrenta dificuldades para absorver os nutrientes dos alimentos, deixando o organismo todo mais lento. O potássio ainda evita a perda de vitamina B6. Sem ela, a capacidade dos rins em despachar o sódio diminui.

 

Se a ressaca já se instalou, evite ingerir alimentos que sobrecarregam o sistema digestório e o fígado, como a gordura. Ela pode estar mascarada em alimentos como molho, tortas, salgadinhos, entre outros. (Diferencie mitos e verdades quando o assunto é bebida alcoólica)

 

*Colaboração: Tânia Rodrigues, consultoria nutricional RG Nutri

Minha Vida 

 

Quando pequena morria de medo de
pessoas bêbadas, acho que é por isso que não
suporto bebida alcoólica, só uma
taça de vinho diária como
um santo remédio.

Anúncios