Amor em Londres é tão raro quanto encontrar aliens, indica cálculo


 

Amor em Londres é tão raro quanto encontrar aliens, indica cálculo

 

 

Romances podem acontecer diariamente, mas encontrar um verdadeiro amor em Londres é tão raro quanto alienígenas na galáxia, segundo divulgou um economista londrino nesta terça-feira (19).

 

Peter Backus, professor de economia na Universidade de Warwick, calculou que ele tem 0,00034% de chances de encontrar um amor na capital inglesa, usando a equação Drake, que é aplicada por cientistas para determinar o número potencial de extraterrestres na nossa galáxia.

 

O nome da equação provém do astrônomo e astrofísico Frank Drake, responsável por desenvolver o cálculo no começo dos anos 1960.

 

Backus, 31, vive na região central de Londres, não idealizou nada em especial na parceira ideal, pedindo apenas que ela fosse uma mulher radicada em Londres, com idade entre 24 e 34 anos, e também com formação universitária.

 

"Não estou tentando ser elitista ou qualquer outra coisa", disse sobre a exigência educacional. "Qualquer um tem preferências. Eu acho só que teríamos mais em comum."

 

Reduzindo ainda mais as suas chances, ele estimou que se sentiria fisicamente atraído por apenas 5% das mulheres com todos estes critérios.

 

Isso significa que há por volta de 10,5 mil mulheres no Reino Unido que preenchem todos os critérios de Backus, disse ele –há por volta de 10 mil civilizações com potencial de comunicação que podem existir na Via Láctea, de acordo com a equação Drake.

 

Então apenas 0,14% dos londrinos e 0,017% da população britânica se enquadra nas exigências de Backus.

 

Mas aí a coisa se complica.

 

Se a mulher dos sonhos do economista é tão exigente quanto ele, suas chances de encontrar alguém que corresponda ao nível é apenas de 0,00034%.

 

"Há 26 mulheres no Reino Unido com as quais eu talvez tivesse um relacionamento maravilhoso. Então, em uma noite londrina, há 0,00034% de chances de encontrar uma dessas pessoas especiais", diz ele.

 

"Isso é uma em 285 mil chances. Nada formidável."

 

Com Reuters

 

Folha  

About these ads